Etiquetas

, ,

“Migas com todos” é o mote da 5ª edição do Festival Gastronómico das Migas que vai decorrer em Ferreira do Zêzere, de 8 a 31 de janeiro, e que conta com a participação de onze restaurantes e quatro estabelecimentos de tapas e petiscos.

Este é um festival que reúne o melhor da gastronomia do Ribatejo Norte com influências da Beira Baixa, sendo que todos os restaurantes aderentes irão presentear os visitantes com ementas irresistíveis de base tradicional mas com novas criações propostas pelos chefes cozinheiros.

O festival decorrerá todas as sextas-feiras (jantar), sábados e domingos.

(Noticia em Mediotejo)

fzezere_festival-das-migas-640x397

Origem do nome
No início do século XIII, Pedro Ferreiro, besteiro de D. Sancho, a quem este doara parte da área atual deste município, atribui foral a então denominada Vila ferreiro.
Dada a proximidade do rio Zêzere, já em tempo da monarquia liberal, a vila vem chamar-se Ferreira do Zêzere.
História
Em 1159, D. Afonso Henriques doa à Ordem dos Templários o termo de Cêras, que inclui cerca de metade da área do Concelho. Assim pela primeira vez, é feita referência ás terras de riba-Zêzere na documentação de doação.
Em 1190, D. Sancho e sua mulher doam a sua herdade de Vale de Orjais a Pedro Ferreiro, um besteiro do rei, como recompensa pela sua bravura contra os mouros na defesa de Montemor – o – Novo.
Trinta e dois anos mais tarde, é atribuído foral a Vila Ferreiro por Pedro Ferreiro e Maria Vasques, A partir de 1306 passa a pertencer aos Templários. Em 1319 transita para a Ordem de Cristo, dividida em diversas comendas (células administrativas concedidas a eclesiásticos e cavaleiros de ordens militares). (In Camara Municipal).
dornes
Anúncios