Etiquetas

, ,

Nos dias 26, 27 e 28 de Fevereiro 2016

Nos dias 26, 27 e 28 de Fevereiro 2016

 

“Situada a 22 Km de Coimbra e a 15 Km do Luso/Buçaco, Penacova é luz e penedia, com o querer que é de pirenaico trazido às proporções da ternura e rusticidade Portuguesa.” Vitorino Nemésio
O que não pode perder?

Em Penacova, os percursos fazem-se por estradas pitorescas talhadas nas escarpas sobre o rio, subindo montes que permitem apreciar belos panoramas do alto dos seus mirantes: Pérgola Raúl Lino, Mirante Emydgio da Silva, Penedo de Castro, Montalto, Serras de Gavinhos, Roxo, Atalhada e Buçaco.

A água límpida dos trechos não poluídos do Mondego e do Alva, correndo em curvas caprichosas entre montes escarpados que oferecem, a quem nos visita a tranquilidade e harmonia de uma paisagem única. Ao longo dos rios e na grandiosa Albufeira da Barragem da Aguieira pode praticar-se natação, pesca, canoagem, remo, Kayaking, windsurf e ski aquático. E, na margem esquerda do Mondego, em frente à vila de Penacova, aPraia Fluvial do Reconquinho, galardoada em 2013, com a Bandeira Azul, dispõe de Bar, Apoios de Praia, Fluvioteca e Animação garantida ao longo de toda a época balnear.

Pérgula Raul Lino
Não faltam motivos para agradáveis passeios, descobrindo o Percurso Pedestre PR1 PCV – Penacova, o Mondego e a Lampreia em que se destacam o património e o traçado urbano da Vila de Penacova, o Percurso Pedestre PR2 PCV – Na Rota dos Moinhos do Buçaco, em torno do Núcleo Molinológico da Portela de Oliveira, em pleno perímetro florestal da Serra do Buçaco, ou de São Pedro de Alva, por Laborins, partindo à descoberta dos espaços fluviais de lazer do Cornicovo e da Lapa, ou da Praia Fluvial do Vimieiro, também ela dotada de Restaurante/Bar de apoio.

Para quem procura atividades mais radicais, as escarpas do Mondego, são o local ideal para a prática de Escalada, Rappel e Slide e, todo o concelho, é terreno ideal para os fãs de BTT.

Motivo para nos visitar será, certamente, a descoberta da doçaria conventual e dos sabores tradicionais anualmente celebrados em Festivais Gastronómicos de que se destaca, naturalmente, em fevereiro, o Festival da Lampreia.

O Turismo Cultural, com particular destaque para a imponência e importância histórica do Mosteiro de Lorvão, e o Turismo Gastronómico, aliam-se hoje ao Turismo de Natureza, Ecoturismo e Turismo de Aventura, oferecendo a todos quantos nos visitam uma oferta diversificada e uma estadia inesquecível.


Para ficar, clique sobre a imagem para ter as melhores condições no Hotel Rural Quinta da Concha

Anúncios