Etiquetas

, ,

Vila Nova de Paiva, 3 a 6 de Junho 2016
A gastronomia carece em divulgação o que sobra em apuro palatal: do javali, coelho guisado com carqueja, truta com molho de escabeche, carneiro ensopado, cabrito de caldeirada aos defumados de Pendilhe e doces – papas de relão, pão de ovos e cavacas na Páscoa, caldo de abóbora com leite. Pão é mistura de centeio e milho – que é a broa daqui –, o de centeio é mais para o Outono, pois o milho mói-se com dificuldade, e ainda se encontra um raro trigo de Barrelas. O mel há em Pendilhe e o queijo de cabra em Touro.

Banhado pelos Rios Vouga, Paiva, Côvo e Mau, o Concelho de Vila Nova de Paiva tem nas suas linhas de água uma enorme fonte de riqueza, paisagística, e económica, com impacto significativo nas áreas do lazer e do turismo.
Ao longo dos cursos de água existem diversas áreas vocacionadas para o lazer, nomeadamente as praias fluviais.

“Região admirável é esta para uma e outra cousa. Nos montes, se criam com abundância lebres, coelhos e perdizes; nas matas e pinhais, a rola; nos campos, as codornizes; e na serra, além da perdiz, a galinhola, os pombos e os patos bravos.
Para passar uns dias de repouso nos Moinhos da Tia Antoninha, clique sobre a imagem.

Anúncios