Etiquetas

, ,

De 07 a 21 de Abril, em ppleno período pascal,  o Município de Marvão promove a 12ª edição da Quinzena Gastronómica do Cabrito e do Borrego, confecionados com base em receitas tradicionais.
Costeletas de borrego com molho de hortelã, cabrito de cachafrito, chanfana de cabrito, perna de borrego leital com castanhas e cebolinhas, ensopado de borrego na caçarola, borrego assado no forno, ou as tradicionais sopas de sarapatel, são alguns dos pratos que poderá apreciar, em Marvão, nesta quadra festiva.

Ponte
Imagem na info municipal
Não deixe de visitar esta Ponte Quinenhtista, a Fortificação e o Pelourinho, o Chafurdão e a Choça, a Torre de Portagem, os Menires e as Antas, a Cidade Romana de Ammaia e muito mais, que lhe vai ocupar mais de um dia. Por isso, a sugestão é: comer, beber, passear, conhecer, descansar. Best rates
À ida ou no regresso, uma paragem em Constância é aconselhada para mudar a pausagem da estrada.

QUINZENAS GASTRONÓMICAS

Para que o turista encontre durante todo o ano, nos restaurantes do concelho, a gastronomia e a doçaria típica, promovem-se diversas iniciativas como:

Comidas d’Azeite – Comeres do Lagar – Os restaurantes aderentes têm nas suas ementas os pratos outrora cozinhados nos lagares, em épocas de laboração: os enchidos como entrada os petiscos azeitados, a sopa gata,  o bacalhau com couves bem regado com azeite novo como segundo prato, a carne de porco frita com migas de batata e de sobremesa e as célebres tibornas.

Quinzena Gastronómica do Cabrito e do Borrego – Esta iniciativa realiza-se na semana que antecede a Semana Santa e na semana posterior, em que os restaurantes aderentes servem pratos como o “Ratatau” (Cabrito ou Borrego gizado com batatas), as Mioladas, ou o Cabrito de Cachafrito.

Quinzena Gastronómica do Bacalhau – Marvão tem uma oferta diversificada ao nível da restauração, localiza-se junto à fronteira espanhola, o bacalhau é um ingrediente de referência da gastronomia portuguesa, e muito apreciado pelos turistas espanhóis que nos visitam. As mil e uma maneiras de fazer bacalhau, podem ser degustadas, devidamente acompanhadas pelo bom vinho produzido na nossa terra, e temperado com o excelente azeite (azeitona galega), também produzido nos nossos lagares. Esta iniciativa do Município de Marvão realiza-se em maio, e pretende promover o destino gastronómico e realçar os nossos produtos endógenos.

Quinzena Gastronómica da Castanha – Realiza-se em novembro, incentivando a utilização da castanha e a confeção de pratos e doces deliciosos e bem originais.

Quinzena Gastronómica da Caça – Realiza-se em dezembro, altura em que os restaurantes aderentes vão apresentar um conjunto de saberes e de sabores, e oferecer, durante duas semanas, os melhores pratos de caça da região. Constitui também uma homenagem a todos os caçadores que respeitam as regras da natureza e o equilíbrio socioeconómico desta nobre atividade. Da tradicional canja de perdiz, passando pelo coelho de cachafrito e pelo arroz de lebre, até às novas propostas, como  o aveludado de shitake com castanhas e crocante de linguiça de caça, a empada de perdiz e a desfiada de caça com queijo fresco.

Como doçaria típica do concelho temos ainda as boleimas de maçã, os bolos fintos ou de festa, o arroz doce, os escaldados, as rosquilhas e as broas de mel, acompanhados dos licores tradicionais de noz, de castanha, de figo chumbo, etc.

Relativamente ao artesanato, o concelho tem uma tradição bastante peculiar, que são os bordados com casca de castanha, para além dos cestos, escadas em madeira de castanho e trabalhos de arte pastoril.”

 

Anúncios